Ao Mesmo Tempo - Cia Das Letras

Telefone
Buscar

PROMOÇÃO

Ao Mesmo Tempo - Cia Das Letras
LV230104

Quantidade: 1

12345
  • OPÇÕES DE
    PARCELAMENTO
  • CONSULTE
    FRETE
  • ADICIONAR AOS
    MEUS DESEJOS
'Literatura é liberdade', afirmou Susan Sontag pouco mais de um ano antes de sua morte, em 2004. A frase hoje soa como justificativa para toda uma vida de compromisso com o amor à literatura e um ferrenho ativismo político. Ao mesmo tempo reúne os últimos textos da ensaísta e romancista que nunca aceitou separar a estética da ética. O turbulento início do século XXI ajudou a autora a se manter fiel até o fim ao espírito de contestação que ela manifestou ao se tornar conhecida, nos anos 1960. Nas páginas de 'Ao mesmo tempo', os ensaios literários são obrigados a conviver com textos de intervenção pública escritos no calor dos acontecimentos.


Saiu na Imprensa:

O Estado de S. Paulo / Data: 13/7/2008
O legado de Susan Sontag
Ao morrer, em 2004, a crítica e romancista norte-americana esboçava a coletânea de ensaios "Ao Mesmo Tempo" , agora publicada

Antonio Gonçalves Filho

Ela morreu sem realizar projetos como o de escalar o monte Cervino, aprender a tocar cravo e estudar chinês, mas deixou um legado insuportavelmente incômodo para os americanos, que tinham por ela um sentimento ambivalente de admiração e desconfiança. E não só os americanos. Muito antes de escrever um de seus mais polêmicos textos, logo após o ataque às Torres Gêmeas, em setembro de 2001, culpando a política externa americana pelo atentado terrorista, Susan Sontag (1933-2004) comprou uma briga com os marxistas ao declarar, em 1982, que o comunismo era um "fascismo com face humana". Este

CARACTERÍSTICAS

EditoraEDITORA SCHWARCZ S.A
Edição1
Ano da Edição2008
AutorSUSAN SONTAG
EAN139788535912722
IdiomaPORTUGUES
ISBN853591272X

Avaliações do Produto

Dúvidas dos Consumidores