Devir - Crianca Da Filosofia - Infancia Da Educacao - Autentica - Livrarias Curitiba

Buscar
Devir - Crianca Da Filosofia - Infancia Da Educacao - Autentica
LV286691

Quantidade: 1

12345
  • OPÇÕES DE
    PARCELAMENTO
  • CONSULTE
    FRETE
  • ADICIONAR AOS
    MEUS DESEJOS
A infância, enquanto encarnação da própria filosofia, faz desta última uma arte de caçar borboletas. A frase é uma homenagem de Cláudia Castro a Walter Benjamin, às ardorosas caçadas do menino em Berlim. O menino corre atrás da borboleta, encantado. Ela, frágil e doce, foge com rapidez da morte inevitável. A borboleta sabe que vai morrer e, mesmo assim, não se deixa caçar. Mais sabe a iminência da morte, mais livre voa de flor em flor, sem nelas sequer pousar, para evitar o ponto fixo em que possa ser caçada. Mais o menino sabe que não conseguirá pegar a borboleta, mais vive sua vida na busca, mais se torna a própria busca. As personagens pouco contam. Na verdade, a frase de Cláudia é um presente para uma infância impessoal, sem idade, biografia ou pátria. O menino e a borboleta são figuras de uma experiência vital, de um mundo, de uma vida livre impessoal. A frase é também uma oferenda para a filosofia, porque bem entendida, ela é justamente isto: a arte de um encontro tão impossível quanto irresistível que, quando se torna corpo, chamamos infância.

CARACTERÍSTICAS

EditoraAUTENTICA EDITORA LTDA
Edição1
Ano da Edição2010
AutorWALTER OMAR KOHAN
EAN139788575265109
IdiomaPORTUGUES
FormatoBROCHURA
Nacional ou ImportadoNacional
ISBN8575265105
Largura16
Altura23
Profundidade1,5
Páginas240
Peso355 g.

Avaliações do Produto

Dúvidas dos Consumidores