Ícone Menu

Diario De Myriam, O - Darkside

LV433213

De: R$ 39,90Por: R$ 33,12

Preço a vista: R$ 33,12

Economia de R$ 6,78

Comprar
Escrito entre novembro de 2011 a dezembro de 2016, o diário alterna entre as doces
memórias do passado na cidade de Alepo e os dias doloridos e carregados de incertezas.
E é com a sensibilidade de uma autêntica contadora de histórias que ela narra a
preocupação crescente de seus pais com as notícias na tv, as pinturas revolucionárias
nos muros da escola, as manifestações contra o governo, a repressão, o sequestro de seu
primo e, por fim, os bombardeios que destroem tudo aquilo que ela conhecia.
O Diário de Myriam, vencedor do Prêmio L’Express-BFMTV 2017 na categoria
Ensaios, em votação feita pelos leitores, é aquele livro que fica mais próximo do
coração de cada um, pois foi escrito da mesma maneira, de forma simples e verdadeira.
Como os outros títulos da linha Crânio, o testemunho de Myriam faz um convite à
reflexão do agora e estimula o leitor a entender e questionar o mundo que estamos
construindo — além de ser um exercício de empatia pela dor do outro.
A Guerra da Síria deixou mais de 400 mil mortos e transformou 5 milhões de pessoas
em refugiadas ao longo dos últimos sete anos, impulsionando o maior deslocamento de
pessoas no mundo após a Segunda Guerra Mundial. Myriam é apenas uma entre
milhões de vozes que sofrem diariamente, mas suas palavras conseguem falar por
muitas elas.
Myriam Rawick começou a escrever em seu diário aos oito anos de idade. Seus
registros sobre a Guerra da Síria compreendem o período entre novembro de 2011 e
dezembro de 2016. Refugiada em sua própria cidade, Myriam viu seu lar ser devastado
e conta como Alepo, uma das cidades mais antigas do mundo, foi destruída num piscar
de olhos. Desde o fim das hostilidades em sua cidade natal, Myriam voltou para lá
apenas uma vez. Ainda assim, algumas coisas continuam iguais: ela segue escrevendo
sobre sua vida em seu diário.

Philippe Lobjois é um repórter de guerra francês e autor de diversos livros. Estudou
ciências políticas em Paris e já cobriu o Conflito Karen, a Guerra do Kosovo e a Guerra
do Afeganistão. Quando a Guerra da Síria eclodiu, ele decidiu ir até a cidade de Alepo,
onde descobriu a história de Myriam. Após um mês vendo de perto o caos provocado
pela guerra, ele conseguiu localizá-la e, juntos, trabalharam para revelar sua história ao
mundo.

Avaliações do Produto

Dúvidas dos Consumidores