Naturalismo Juridico No Pensamento Brasileiro - Saraiva - Livrarias Curitiba

Buscar
Naturalismo Juridico No Pensamento Brasileiro - Saraiva
LV373188

Por: R$ 116,00ou X de

Quantidade: 1

12345
Comprar
  • OPÇÕES DE
    PARCELAMENTO
  • CONSULTE
    FRETE
  • ADICIONAR AOS
    MEUS DESEJOS
Naturalismo jurídico no pensamento jurídico pretende traçar a história das ideias e da cultura jurídica brasileiras com três prioridades. A primeira é dedicar-se ao pensamento jurídico do Brasil, inserindo-o no contexto internacional e no debate doméstico. A segunda é indicar a importância do período, relativamente pouco destacado nos últimos tempos, já que as últimas décadas assistiram a grande produção a respeito do Império e mantiveram certo e justificado encanto pela Era Vargas, deixando de lado a República Velha. A terceira é valer-se dos métodos historiográficos testados no âmbito da história intelectual e das ideias para sugerir alguma novidade no modo de fazer história do direito no Brasil.
Ao contrário do que pensam alguns, o pensamento jurídico brasileiro nem foi apenas formalista, nem desprovido de debates teóricos. O período abrangido pelo livro foi de intensa discussão, pretendendo superar o jusnaturalismo domesticado que vigia nas academias brasileiras e introduzir uma reflexão eivada de preocupações sociológicas. Trata-se de um movimento experimentado tanto na Europa, onde estava surgindo a sociologia do direito, quanto nos Estados Unidos, onde a abordagem conceitualista desenvolvida por Christopher Columbus Langdell começava a ceder passo à renovação da sociological jurisprudence. No Brasil o debate foi intenso e marcante, deixando traços permanentes em nossa cultura, desde então mais sociológica do que filosófica, mais política do que reflexiva

CARACTERÍSTICAS

EditoraSARAIVA
Edição1
Ano da Edição2015
AutorJOSE REINALDO DE LIMA LOPES
EAN139788502216228
IdiomaPORTUGUES
FormatoBROCHURA
Nacional ou ImportadoNacional
ISBN8502216228
Largura16
Altura23
Profundidade2,5
Páginas344
Peso350 g.

Avaliações do Produto

Dúvidas dos Consumidores