Ícone Menu

PROMOÇÃO

Quando Os Livros Foram A Guerra - Casa Da Palavra

LV385094
Em 1941, quando os Estados Unidos entraram na Segunda Guerra Mundial, enfrentaram um inimigo que tinha proibido e queimado mais de 100 milhões de livros e forçado cidadãos aterrorizados a esconder ou destruir muitos outros. Estava claro que se tratava de uma guerra que ia muito além das trincheiras - para vencê-la, seria necessário recorrer à força das palavras. E foi isso que os Aliados fizeram. Milhões de livros foram coletados e chegaram às mãos dos soldados que enfrentavam os alemães nos campos de batalha.
Mas algo mais era necessário: livros que os soldados conseguissem carregar em seus bolsos e mochilas, em missões de bombardeio, a bordo de navios e durante marchas exaustivas. Assim surgiram os livros de bolso, menores e mais leves, que desde então circulam pelas mãos de leitores em todo o mundo.
Tocados pelo conforto que os livros prestavam em tempos tão obscuros, os soldados encontravam disposição para escrever aos autores e agradecer a inspiração que suas histórias lhes traziam. Foi por meio desses leitores improváveis que clássicos da literatura como O grande Gatsby ganharam fama e respeito.
Quando os livros foram à guerra ilumina uma faceta surpreendente da guerra e constrói um relato inspirador tanto para entusiastas da história quanto para apaixonados por livros.

Avaliações do Produto

Dúvidas dos Consumidores