Ícone Menu

Rubro Veio - Alameda

LV255875
nullA restauração em 1654 contra o domínio holandês no Nordeste, mais exatamente em Pernambuco, é considerada um marco do sentimento nativista brasileiro. Depois disso, os pernambucanos se orgulhariam de sua participação ativa na História do Brasil, sempre mantendo altos ideais libertários, como na Guerra dos Mascates, entre 1710 e 1712, na Revolução Pernambucana, em 1817, na Confederação do Equador, em 1824, e na Revolta Praieira, em 1848. Entender como os ventos da restauração pernambucana influenciaram essas revoluções e contestações que se seguiram à expulsão dos holandeses é o objetivo de Evaldo Cabral de Mello em 'Rubro veio'. A partir da reconstrução desse imaginário da restauração pernambucana e de suas representações, Evaldo realiza uma crítica histórica para compreender a contestação do poder colonial - e, mais tarde, poder imperial - entre os séculos XVII e XIX.

Avaliações do Produto

Dúvidas dos Consumidores