Ícone Menu

Sperandio - Barcarolla

LV227001
nullDecidido a fugir da miséria, o italiano Sperandio Zibaldone deixa a Itália e chega ao Brasil - mais precisamente ao Espírito Santo - em 1878, com a mulher e os filhos. Ao lado de outras famílias italianas, os Zibaldone se estabelecem em terras remotas, próximas ao rio Benevente, que compraram ainda na Itália. Os pioneiros derrubam a mata, cultivam a terra, erguem igrejas e vilas contando com parcos recursos além da coragem e da dedicação ao trabalho. Não por acaso, "Sperandio" significa "espera em Deus": sem nada no meio da floresta, esses desbravadores só podiam ter esperança na ajuda divina. Claudio Lachini conta fragmentos da saga de Sperandio e de alguns de seus descendentes - o filho Santino, um neto e um bisneto - em um relato constituído por 75 .crônicas que abrangem cem anos.

A história é contada em primeira pessoa por Sperandio já morto, no limbo, onde ficam "os mortos sem destino". Neste caso, o limbo representa o esquecimento a que são relegados os seres humanos. Sperandio rememora episódios de sua vida, apresenta personagens pitorescos, como o inseparável amigo Chico Pintado, filho de italiano com uma escrava, uma espécie de guia dos imigrantes, pioneiro do processo de integração. O relato de Sperandio é constantemente enriquecido por visões que tem do futuro, nas quais seus descendentes passam necessidades e abandonam as origens.

Avaliações do Produto

Dúvidas dos Consumidores