Produtos encontrados: 61 Resultado da Pesquisa por: em 8 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

  • 433186

    25,0 %

    Solange Pessoa

    sinopse
    • O primeiro livro monográfico sobre a artista brasileira Solange Pessoa apresenta a sua obra de forma substancial e abrangente. O ponto de partida é o trabalho escultórico de Pessoa, que mobiliza materiais como couro, cabelo humano, cera e sangue de animais. As obras evocam questões relacionadas ao corpo humano e à anatomia animal, vacilando entre a beleza e a abjeção, criando conexões formais entre tradições indígenas brasileiras e a arte pós-minimalista. Solange Pessoa apresenta um panorama completo de sua contribuição à arte brasileira, do início da carreira no final dos anos 1980 até o presente. É o retrato de três décadas de um trabalho não convencional, monumental e ao mesmo tempo íntimo, sublime e visceral. O livro conta ainda com imagens dos cadernos e arquivos pessoais de Pessoa, além de textos dos curadores Cecilia Fajardo-Hill e Alex Bacon, do pesquisador Eduardo Jorge de Oliveira e uma entrevista da artista à curadora Liz Munsell.Sobre a artista:Para além das claras referências vindas da observação da organicidade ou das experimentações estéticas rupestres, o que salta na obra de Solange Pessoa é a pulsão de uma vitalidade singular, que se manifesta por meio de contornos peculiares, assoprando figuras, formas e coisas em que reconhecemos o movimento primordial da gênese. Em seus trabalhos a materialização da vida assume uma profundidade radical, oferecendo uma linguagem própria de leitura e imaginação do que se encontra no mundo. Vê-se surgir, então, espécies que carregam em si mais ou menos características dos três reinos ? mineral, vegetal e animal ? e transmitem a universalidade a partir de seus aspectos mais locais. Solange Pessoa (Ferros, 1961), vive e trabalha em Belo Horizonte, Brasil. Suas mostras individuais mais recentes incluem In the Sun and the Shade, Mendes Wood DM, Bruxelas (2020), Longilonge, Ballroom Marfa, Marfa, Texas, (2019), Solange Pessoa, Mendes Wood DM, Nova York (2018), Solange Pessoa, Blum & Poe, Los Angeles (2017), Solange Pesso
  • 432788

    25,0 %

    Arjan Martins

    sinopse
    • O livro Arjan Martins apresenta um extenso panorama da trajetória deste pintor carioca. Em sua obra, o artista diáloga com a tradição moderna da pintura ocidental, incorporando um repertório visual e uma narrativa afro-brasileiros. Os rostos de suas figuras negras são muitas vezes borrados de tinta e de pinceladas aflitas e elegantes. Ao mesmo tempo em que remetem a uma identidade rasurada, traduzem esta negação da imagem/identidade com gestos que multiplicam as direções expressivas contidas na forma. As imagens de imigrantes e descendentes africanos são parte fundamental do repertório do artista, mostrando-os em ações cotidianas, e as quais trazem questões eminentes a serem discutidas: herança colonial, identidade étnica, negritude, segregação, invisibilidade. Seus trabalhos percorrem também cartografias, que chegam como elementos significativos do período histórico das navegações. A obra de Arjan Martins já foi apresentada em várias das instituições mais importantes do Brasil, além de ter sido exposta em importantes bienais pelo mundo, como a Bienal de Dakar e a Bienal do Mercosul. ?Nem raiz nem rizoma, a linguagem de Arjan Martins é travessia e oceano.? - Paulo Miyada A publicação apresenta mais de 100 obras do artista, além de um ensaio do organizador do livro, Paulo Miyada, hoje curador do Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, outro do crítico e historiador de arte Michael Asbury, e ainda uma entrevista feita com o Arjan Martins pela historiadora Raquel Barreto.
  • 432129

    25,0 %

    Proximidade

    sinopse
    • O isolamento provocado pela crise da covid-19 nos mostrou quão valiosa é a proximidade entre as pessoas. A arte e a educação também não sobrevivem sem ela. Assim como acontece com as obras de arte quando são reproduzidas, as pessoas perdem a aura quando sua presença se restringe a uma imagem na tela do computador ou do celular. A arte perde a vida quando não pode vibrar com a proximidade dos corpos. Em Proximidade: arte e educação depois da covid-19, os autores Marlies De Munck e Pascal Gielen fazem uma análise da realidade que se impôs com a pandemia e o isolamento entre as pessoas. Este livro, ilustrado por Lotte Lara Schröder, traz reflexões sobre como a proximidade gera vida e faz toda a diferença em uma sala de aula ou mesmo em uma sala de conferências: sobre como a virtualização afeta o cerne da educação. Reflete ainda sobre o que é a vibração que nos arrebata a cada vez que visitamos uma exposição de arte ou vemos um performance. Sobre o que experimentamos quando estamos presentes e que nos tira o fôlego e nos deixa perplexos. Por vezes, apenas a arte e a cultura marcam a diferença entre viver e sobreviver.
  • 432081

    25,01 %

    Reflexoes Sobre A Cor

    sinopse
    • O Grupo de Pesquisas Cromáticas do Departamento de Artes Plásticas da Universidade de São Paulo se dedica à reflexão sobre o fenômeno cromático como linguagem, onde a cor configura um universo de pesquisa capaz de associar diferentes áreas do conhecimento. O livro reúne uma série de ensaios produzidos ao longo dos anos pelo Grupo que parte da premissa de que a cor é parte indissociável do mundo. Portanto seus processos de uso e percepção carregam marcas próprias de cada época e dos diferentes meios socioculturais.
  • 431342

    25,02 %

    Aprenda A Desenhar - Corpo Humano - Animais - Flores

    sinopse
    • Aprenda a Desenhar - O Guia Completo que ensina as técnicas de forma detalhada para você se tornar artista.
  • 429682

    25,01 %

    O Que Vem Depois Da Farsa

    sinopse
    • Se à tragédia se segue a farsa, o que vem depois da farsa? Como o mundo da arte participa dos dilemas de sua época? O que a política da pós-verdade e da pós-vergonha implicam para artistas e críticos? O novo livro de Hal Foster traz uma análise ácida e urgente do contexto social, político e cultural desta segunda década do século XXI, implicando toda a rede de atores do mundo da arte: artistas, curadores, museus e instituições e críticos. Esboçados entre 2005 e 2020, período pontuado pela crise financeira de 2008 e, nos termos do crítico, a catástrofe representada por Trump, os ensaios reunidos neste volume discorrem sobre mudanças na arte, na crítica e na ficção diante do atual regime de terror e vigilância, desigualdade extrema, desastre climático e disrupção midiática. Para avaliar essa situação, ele analisa um conjunto variado de práticas e sondagens críticas. A primeira parte do volume enfoca a política cultural a partir do 11 de Setembro, incluindo o uso e o abuso do trauma, da paranoia e do kitsch. A segunda parte examina a remodelação neoliberal das instituições de arte nesse período, quando tanto o mercado como os museus se expandiram enormemente causando uma reação dos artistas a essas mudanças, de maneira crítica ou não. Por fim, um terceiro conjunto de ensaios contempla as transformações na arte, no cinema e na ficção recentes. Muito atento à cena contemporânea, Hal analisa polêmicas que atravessam toda a produção cultural. Um dos capítulos analisa o debate em torno do filme The Square: a arte da discórdia (2017), do diretor sueco Ruben Östlund, que sintetizaria um mundo da arte dividido entre rotina transgressora de um lado e vigilância ética do outro. Quando se volta para o fenômeno da curadoria, Foster identifica o surgimento de um curador mais ligado à indústria cultural, como ?organizador de exposições?, coincidindo com a multiplicação de feiras e bienais de arte em todo o mundo.
  • 428375

    25,0 %

    Van Gogh

    sinopse
    • A obra crítica de Rodrigo Naves caminha em tensão permanente entre as noções de forma e história. Seu livro A forma difícil, lançado originalmente em 1996, é um marco na interpretação da arte brasileira. A partir de leituras minuciosas das obras de Guignard, Volpi, Debret e Amilcar de Castro, Rodrigo discute a dificuldade de emancipação da forma moderna na arte brasileira. Em seus ensaios, a análise da materialidade específica de cada trabalho é sempre o ponto de partida. Não é diferente nesta poderosa interpretação da obra de Van Gogh. Atento à fatura expressiva das icônicas telas do artista holandês, Rodrigo procura entendê-las à luz da ideia de salvação, profundamente enraizada na formação protestante do pintor (seu pai era pastor de orientação calvinista e ele próprio foi pastor assistente). As consequências críticas do argumento são inúmeras ? e contribuem para uma imagem mais nuançada da trajetória do artista, refém de incontáveis estereótipos associados à genialidade e à loucura. O Van Gogh que surge destas páginas não é apenas o gênio instável e atormentado, mas um artista consciente dos mínimos aspectos de seu ofício, ao qual se via ligado como a uma predestinação religiosa. A liberdade de referências típica dos mais prendados ensaístas, o rigor da análise formal ? devedor de exigentes leituras de estética ?, a limpidez do estilo, a originalidade dos pontos de vista, a assertividade das opiniões, o espírito de provocação, todos esses predicados da influente obra de Rodrigo Naves se fazem presentes neste ensaio. Como nos quadros do pintor holandês, vaza luz das páginas deste livro. E ela nos ajuda a enxergar com mais nitidez os enigmas do mundo lá fora.
  • 427494

    39,0 %

    Biblia Para Criancas - Com Atividades Bochura

    sinopse
    • A Igreja do futuro começa hoje. A Ágape Kids acredita que devemos ensinar nossas crianças desde cedo no Caminho do Senhor Jesus, para que possamos ter cada vez mais verdadeiros servos de Deus propagando a Novidade de Vida por onde quer que passem. A Bíblia para crianças traz, além de histórias bíblicas adaptadas e ilustradas, várias atividades para auxiliar na fixação dos conteúdos e promover um aprendizado lúdico e agradável. E, dessa maneira, abençoar nossos pequenos com as maravilhas da Palavra de Deus.
  • 427343

    25,01 %

    Desenhando Letras - Um Guia Pratico Para Dominar A Arte De Escrever A Mao

    sinopse
    • Resgate o prazer de escrever à mão e desenvolva uma nova habilidade. Quando foi a última vez que você escreveu em vez de digitar? Você gosta da sua letra? E se pudesse aprimorá-la de forma divertida e criativa? Em Desenhando Letras, você vai resgatar o prazer de escrever à mão e aprender diferentes técnicas de es­crita, caligrafia e lettering. Com uma linguagem acessível, a designer Juliana Moore nos leva a uma jornada de conhecimento e prática dessas técnicas, ensinando como aplicá-las para criar composições incrí­veis. Tudo explicado em detalhes para deixar sua agenda, seus ca­dernos e até suas paredes ainda mais coloridas!
  • 426557

    25,0 %

    Tarsila

    sinopse
    • Esta publicação apresenta a exposição ?Tarsila do Amaral ? Estudos e Anotações?, curadoria de Aracy Amaral e Regina Teixeira de Barros, realizada pela FAMA - Fábrica de Artes Marcos Amaro Museu e Campo, em Itu/SP. A mostra reúne mais de 200 desenhos raros da artista, realizados durante suas viagens, que claramente sinalizam a formação de seu pensamento pictórico. Realização FAMA- Fábrica de Artes Marcos Amaro / Col. Kogan Amaro/ ed. bilingue, expos. 14 mar. 2020 / 14 mar. 2021, Itu, São Paulo. Curadoria Aracy Amaral/Regina Teixeira de Barros, design gráfico Claudio Filus, docum. fotográfica Hugo Curti/Rômulo Fialdini, versão para o inglês Izabel M. Burbridge, textos de Ricardo Resende, Aracy Amaral e Regina T. de Barros. Relatos de conservação e restauro de Ana Maria C. Scaglianti, Lucia E. Tomé, Gabriela B. de Oliveira, Ana Nakandakare, Isis Baldini.
  • 424582

    25,01 %

    Tres Roteiros

    sinopse
    • Pela primeira vez disponíveis ao público, três roteiros que mostram o processo criativo do principal cineasta brasileiro contemporâneo. Nem sempre é possível ter acesso à construção de uma obra de arte. Poucas formas artísticas se prestam tão bem a essa análise retrospectiva quanto um filme e seu roteiro, principalmente se roteirista e diretor forem a mesma pessoa. Ao ler os roteiros finalizados de Kleber Mendonça Filho é possível identificar as decisões tomadas por ele como diretor, com as filmagens já em movimento, e compreender de forma muito mais elaborada o processo criativo de um dos principais cineastas da atualidade. Se em O som ao redor vemos a diferença entre os começos do roteiro e do longa-metragem, no texto de Aquarius temos um final bastante diferente do que foi filmado, mostrando a vivacidade de uma arte que se molda à medida que se desenvolve. Já em Bacurau, as cenas de violência extrema ganham um novo contorno depois da leitura deste livro. Formando uma trilogia ímpar para entender o Brasil, que se mostra cada vez mais simétrica com os acontecimentos reais, os três roteiros de Kleber Mendonça Filho são uma forma de encarar o país de frente, tanto na tela quanto nas páginas. ?Nos melhores dias, acredito que o roteiro é uma peça de literatura, certamente peculiar. Roteiros talvez tenham uma textura telegráfica, mas ainda assim podem ser capazes de apresentar um fluxo claro de ideias e sugestões maliciosas como qualquer bom texto. Ideias de cinema embutidas em observações sobre gente e mundo. Descrições compactas de sonhos ou pesadelos.? ? Kleber Mendonça Filho
  • 424436

    25,0 %

    De Cor Da Pele

    sinopse
    • Mais de trezentos anos de escravidão legaram ao Brasil uma sociedade em que racismo se infiltra no cotidiano das maneiras mais perversas. Do lápis de pintar usado na escola aos termos com os quais as pessoas se auto definem, resultante da gama de tons que a mestiçagem - reconhecida ou não - produz, a beleza da cor e da diversidade só agora começa a ser notada.
  • 402699

    25,02 %

    Ser Artista - Harpercollins

    sinopse
    • "Talento, vocação, formação, carisma... o que realmente importa para ser um artista de sucesso? Neste livro, o agente Marcus Montenegro e o jornalista, escritor e roteirista Arnaldo Bloch nos guiam rumo ao mágico e sedutor mundo da atuação. Por meio da análise de carreiras bem-sucedidas e de depoimentos de artistas brasileiros das mais diversas áreas ? de atores a figurinistas, de dançarinos a fotógrafos ?, os autores oferecem orientações fundamentais e dicas exclusivas para quem quer realizar o sonho de trabalhar na fascinante indústria do entretenimento. ""Como artista, empreender não é só estar à frente de uma produção, mas sobretudo possuir a assinatura de sua carreira. Para isso, é preciso uma boa formação, ainda que não acadêmica, espiritualidade e?senso de humor, sempre. Meu amigo e conselheiro Marcus Montenegro ensina a artistas amadores e profissionais como alcançar todas essas coisas ? e muito mais."" ? Irene Ravache, atriz"
  • 402522

    25,0 %

    Aleijadinho - Passos E Profetas - Itatiaia

    sinopse
    • Um dos traços alvissareiros da renovação da cultura nacional, que se verifica sobretudo a contar dos anos trinta e se acentua nas décadas seguintes, é a atividade ligada direta ou indiretamente à Universidade. As ciências sociais e a crítica de arte em todos os campos da criação aí é que floresceram, sem falar em setores já de cultivo tradicional. Decerto, o feito antes em ciências sociais e crítica de arte foi muito pouco: naquelas, houve produção assinalável na historiografia, nesta só em literatura. A contar de décadas recentes, as atividades crescem e se desenvolvem, não só no ângulo quantitativo como qualitativo, pois o esforço anterior era em parte anulado pelo amadorismo ou falta de preparo. Uma das áreas mais beneficamente atingidas é a de artes plásticas: existe hoje no país número ponderável de investigadores, professores, críticos de revistas e jornais, autores eruditos de teses e livros que se afirmam pela pesquisa e pelo critério de análise. Lembre-se por exemplo a falta de qualquer trabalho sobre o barroco ou a atividade artística em Minas no período colonial até a renovação mental operada pelo modernismo. Há agora dezenas de estudos de alto merecimento, de nacionais e estrangeiros. Deixe-se de lado a verificação geral e veja-se o caso mineiro. Só com o modernismo começa o estudo da produção do barroco, que passa a ser valorizado cada vez mais. Antes visto como degenerescência da arte ou manifestação primária, os viajantes do século passado mal notaram essas obras, ou tiveram palavras reveladoras de precário entendimento, o mesmo se pode dizer dos habitantes da área ou de patrícios que por aqui passaram, até o estudo precursor de Mário de Andrade sobre o Aleijadinho. A crítica brasileira, reduzida em número e pobre em qualidade, já conta com muitos títulos. Entre eles, os de Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira. Ao fim de poucos decênios de labor de vários historiadores e mais estudiosos a área vê-se enriquecida.
  • 399477

    25,0 %

    Meu Caderno De Bordado - Bordado Contemporaneo -gg

    sinopse
    • Os trabalhos de bordado do passado são uma fonte extraordinária para recuperarmos pontos de bordado tradicionais. Marie Suarez, professora belga de bordado, sabe bem disso e está realizando um valioso trabalho de arqueologia para resgatar os pontos básicos que eram usados para iniciar as meninas na costura. Você conhecerá por meio deste caderno os pontos clássicos usados nesses míticos mostruários! · 69 pontos de bordado: 22 pontos vazados e 47 pontos tradicionais explicados com ilustrações passo a passo. Os pontos ajour e os pontos básicos que toda principiante deve conhecer. · 9 projetos extraídos de mostruários ou ?rolos? de trabalhos em que são expostas a variedade de composições, de técnicas aprendidas (incluindo o bordado de letras) ou de combinação de cores. O patrimônio histórico do artesanato a seu alcance! · Técnicas e preparativos: noções básicas para preparar o tecido, usar o bastidor ou aplicar o método tradicional de transferência.
  • 397413

    25,0 %

    Desenho Com Caneta De Ponta Fina - Gg

    sinopse
    • O desenho com caneta de ponta fina é uma técnica independente, com enorme potencial expressivo que os ilustradores contemporâneos têm sabido explorar com surpreendentes resultados. Este livro, que segue a fórmula da famosa série intitulada Desenhar, Aquarela e Desenhar do natural, nos ensina cerca de noventa recursos e efeitos do desenho com canetas de ponta fina, como o sombreado ou o trabalho com texturas, com base na obra de alguns dos artistas mais reconhecidos da atualidade. Organizado em quatro modalidades ? linhas, hachurados, pontilhismo e técnicas mistas ?, não somente lhe servirá como catálogo prático de técnicas, obras e estilos, como também se transformará em guia essencial e um desafio à sua criatividade.
  • 393290

    25,01 %

    Livro Da Arte, O - Compacto - Globo

    sinopse
    • O livro da arte ? mais um volume da coleção best-seller As grandes ideias de todos os tempos Parte da coleção que já vendeu mais de 1,5 milhão de exemplares, O livro da arte explora os movimentos, temas e estilos da história da arte por meio de mais de duzentas obras. Das imagens pré-históricas que simbolizam a fertilidade às videoinstalações do nosso século, este é um título perfeito para a introdução ao mundo da arte. Escrito em linguagem acessível sem abrir mão do rigor da pesquisa, O livro da arte traduz os jargões teóricos e é recheado de imagens das grandes obras de arte da história. Seja o leitor um estudante ou um visitante ocasional de museus e galerias, certamente encontrará inspiração ao reencontrar obras já conhecidas e descobrir novos tesouros que este livro tem para mostrar.
  • 393279

    25,0 %

    Evandro Carlos Jardim

    sinopse
    • A coleção arte, trabalho e ideal propõe uma série de livros de pequeno porte, cada um contemplando a entrevista de um artista renomado em seu campo de atuação, um ensaio crítico de notório conhecedor de sua produção, uma breve biografia, fotos de suas obras mais representativas para o contexto da coleção e de seu trabalho, e uma versão integral do texto em inglês. Neste primeiro volume, a obra do gravador, desenhista e pintor evandro carlos jardim (são paulo/sp, 1935).
  • 423696

    25,0 %

    Silencio - Cobogo

    sinopse
    • Silêncio, publicado originalmente em 1961 nos Estados Unidos, é a compilação de artigos e textos escritos pelo compositor norte-americano John Cage para conferências e palestras, e reúne pensamento oriental, música, arte e literatura. O livro inclui sua mais célebre palestra, Conferência sobre nada, que o alçou o compositor Cage ao lugar de pensador e intelectual da música e das artes no século XX. Nas palavras de Augusto de Campos, o compositor ?não fala só de música/ mas de ecologia política zen-budismo cogumelos economia e acontecimentos triviais/ extraindo poesia/ de tudo e de nada?.
  • 389476

    25,0 %

    Imaginacao - Polen

    sinopse
    • """O princípio gerador de toda criação, de toda destruição é a imaginação. [...] Cápsulas de imaginação deveriam ser incentivadas em todas as ações de arte, nas ciências, nas escolas, templos, onde houver qualquer dimensão que trate da subjetividade humana."" Nos 14 ensaios reunidos neste volume, a crítica de cultura Marta Porto propõe políticas culturais que derivam da matéria-prima que é a imaginação como base para uma nova visão de democracia, mais inclusiva, mais abrangente e consequentemente mais humana."
  • 387949

    25,01 %

    Down - Gryphus

    sinopse
    • Amor, carinho, admiração, respeito, uma razão para viver. Foram muitas as motivações que levaram o diretor artístico jorge Davidson a produzir o livro de fotografias down! Viva a diferença com arte e inclusão, que reúne crianças jovens e adultos com síndrome de down e grandes estrelas do cenário musical, das artes em geral e dos esportes. O livro é dedicado ao filho breno, que aos 32 anos está perfeitamente integrado à sociedade. A obra é mais um passo na produção e difusão de conteúdo para colaborar com o desenvolvimento da capacidade de pessoas com síndrome de down, bem como mapear novos caminhos para o trabalho e a in­dependência. A escolha da fotografia como meio de inclusão con­tou com a parceria de quatro profissionais que doaram seu tempo e trabalho: Cristina Ganato, Marcia Moreira, marcos Hermes e Maurício valladares. E a adesão de quarenta e oito artistas, esportistas e personalidades de destaque na sociedade brasileira, em um arco que vai de Alceu Valença a Zeca pagodinho. O pro­jeto gráfico é do designer Luis Carlos maraca, também pai de um jovem down. Breno prisco (assistente de produção) e yve cami­nha (assistente de fotografia) reforçam a equipe, representando o movimento de inclusão social proposto nesta publicação.
  • 386135

    25,0 %

    Arte No Curriculo Um Campo Em Disputa, A - Appris

    sinopse
    • A ARTE NO CURRICULO DISCUTE E APRESENTA REFLEXOES DE ASPECTOS DO CURRICULO PROPOSTO PARA A ARTE. EMBORA SE APRESENTE A ESPECIFICIDADE DO ESTADO DO PARANA, OS CAPITULOS QUE COMPOE O LIVRO TRAZEM UM AMPLO REFERENCIAL TEORICO QUE EXPLICITAM ELEMENTOS HISTORICOS DA ARTE NO BRASIL, DO PERIODO PRE-COLOMBIANO ATE A ATUALIDADE, E DE QUE FORMA ESSA MATERIALIDADE FOI CAPAZ DE FORJAR AS PROPOSTAS CURRICULARES PARA O ENSINO DE ARTE. DISCUTE AS CONCEPCOES DE ARTE QUE ESTAO PRESENTE NAS PROPOSTAS CURRICULARES PARANAENSES, DESDE O FINAL DOS ANOS DE 1980 ATE 2016, E COMO ESTAS PROPOSTAS ADQUIRIRAM DIFERENTES CONCEPCOES, FORMAS E CONTEUDOS, E EM MEIO A CONTRADICOES, SEU CARATER FOI MODIFICADO CONFORME A CONCEPCAO DE ARTE QUE SE ASSUMIU. O TRABALHO AQUI SISTEMATIZADO, MOSTRA QUE A ARTE ENQUANTO MATERIALIDADE TAMBEM SE CONCRETIZOU ENQUANTO DISCIPLINA ESCOLAR E ESTA INSERIDA NUM CAMPO EM CONSTANTE DISPUTA, POR ISSO, A IMPOSSIBILIDADE DE NEUTRALIDADE, TANTO DE ARTE COMO DE SEUS FUNDAMENTOS PARA O ENSINO. ASSIM, ESTA PUBLICACAO EXPRESSA A IMPORTANCIA E A NECESSIDADE DESTAS COMPREENSOES PARA A FORMACAO DOCENTE.
  • 385941

    25,0 %

    Monumento - Cobogo

    sinopse
    • Em meio a uma avalanche de informações no mundo tecnológico contemporâneo, em que a atenção é disputada a todo instante, a arte de Alexandre da Cunha captura o olhar do espectador para esculturas que revelam o inesperado. Monumento traz uma seleção das obras públicas do artista que foram expostas em diversas partes do mundo. O livro traz um texto da curadora Fernanda Brenner, que destaca a capacidade de síntese e a precisão com que Cunha seleciona e rearranja os objetos que fazem parte de suas obras. O livro apresenta ainda uma conversa com o renomado escultor inglês, Philip King, mediada por Jenni Lomax, que dirigiu durante 27 anos o Camden Arts Centre, em Londres.
  • 381999

    25,0 %

    Mulheres Nao Devem Ficar Em Silencio - Cortez

    sinopse
    • Este livro trata do ensino da Arte e do Design, tendo como protagonistas as mulheres. A primeira parte analisa a recepção das mulheres na Escola de Arte e Design de Glasgow e na Bauhaus. Enquanto na primeira elas eram bem recebidas, embora tenham sido apagadas da História, na Bauhaus foram relegadas ao ateliê de cerâmica e ao de tapeçaria. Marta Erps-Breuer, ex-aluna da Bauhaus e ex-mulher de Marcel Breuer, trabalhou como designer científica até 1974, na Universidade de São Paulo (USP), sem que os cursos de Arte a tivessem descoberto. Até hoje suas tapeçarias são vendidas em galerias de arte na Alemanha. Na segunda parte, vários autores falam das mulheres Arte/Educadoras que iniciaram seu trabalho ou que estavam no auge de suas carreiras nos anos 1960. Por fim, na terceira parte, diversos Arte/ Educadores publicam entrevistas com mulheres que foram responsáveis pela modernização do Ensino das Artes Visuais. Conforme afirma a especialista em design Joice Joppert Leal no prefácio, o livro tenta ?resgatar o papel transformador das mulheres na História da Arte, além de suprir a lacuna de pesquisas sobre o assunto para amparar os que ajudarão a escrever esta nova História
  • 380441

    25,01 %

    Leonardo Da Vinci E O Feminino - Novo Seculo

    sinopse
    • "UM NOVO OLHAR SOBRE A VIDA E OBRA DO GRANDE GÊNIO 500 ANOS APÓS A SUA MORTE. Com suas inspirações, perspectivas visionárias, máquinas de sonho e estudos de anatomia, Leonardo da Vinci é tido como o precursor dos tempos modernos. Menos conhecido, no entanto, é seu retrato revolucionário da mulher moderna séculos antes de movimentos feministas como Me Too, Time's Up e muitos outros. Antes de Da Vinci, os retratos das mulheres eram sem vida, impessoais e as mostravam principalmente de perfil. Leonardo quebrou esses limites: fez várias de suas cobaias, incluindo Mona Lisa, olharem para o espectador, dando-lhes poder e autoridade, duas coisas que certamente não faziam parte do universo feminino da época. Nesta biografia, a historiadora de arte e jornalista Kia Vahland relata toda a vida de Leonardo e mostra como ele conseguiu se tornar o grande artista da sua época: aliando-se às mulheres. O livro inclui esboços e pinturas que evidenciam a nova abordagem de Leonardo e também mostra como Raphael, Giorgione e o jovem Ticiano foram influenciados pelas mulheres de Da Vinci, enquanto Michelangelo criou imagens masculinizadas que se contrapõem às de Leonardo. Este novo olhar sobre a vida de Leonardo da Vinci explica como o artista quebrou convicções e, desse modo, desenvolveu uma nova visão da natureza e da arte, das mulheres e dos homens, da ciência, da religião e da política. E, com isso, mudou para sempre a maneira como o feminino é representado. "
  • 377580

    24,99 %

    Love Is - Fabrica 231

    sinopse
    • Desde que o mundo é mundo, muito se celebra os grandes atos de amor. Na literatura, então... Poderíamos encher uma biblioteca inteira só com livros sobre heróis e heroínas, fictícios e reais, que enfrentaram a fúria de homens e deuses por amor, ou desafiaram nações inteiras para amar quem bem entendessem, ou mesmo, que deram a própria vida por amor ao próximo. Mas o que dizer sobre as pequenas demonstrações de amor, como passar uma manhã preguiçosa sob as cobertas com a pessoa amada, ou andar de mãos dadas em uma tarde de primavera, ou cuidar do objeto de afeição enquanto ele (ou ela) luta contra uma forte gripe? Basta folhear as páginas do livro Love is: ilustrações de Puuung sobre o amor, da ilustradora e animadora sul-coreana Park Dami, a Puuung do título, para entender que os pequenos atos amorosos podem ser tão inspiradores quanto os grandiosos. Com suas ilustrações em tons pastéis quentes, a jovem artista Puuung escolheu celebrar o amor cotidiano, retratando o dia a dia de um casal apaixonado, inspirando-se nos momentos que ela própria compartilhou com o namorado. Puuung acredita, no entanto, que qualquer casal pode se sentir retratado em suas ilustrações e a série de animação com os mesmos personagens
  • 374702

    25,0 %

    Maria Laet Poro - Cobogo

    sinopse
    • Poro traz mais de setenta imagens de obras, entre fotos, vídeos, instalações e gravuras, da artista visual Maria Laet que trabalha as superfícies e seus limites. O trabalho da artista participou da 33ª Bienal de São Paulo: Afinidades afetivas (2018). Esta publicação conta ainda com um ensaio do crítico e pesquisador Frederico Coelho.
  • 369523

    25,0 %

    Estrangeira - Wmf Martins Fontes

    sinopse
    • Estrangeira, primeira monografia sobre Eva Castiel, percorre cronologicamente desde as instalações mais recentes de 2018 às pinturas da década de 1980. Ao mostrar a trajetória da artista paulistana, o livro traz obras que abordam memória, apagamento, pertencimento e morte através de oito textos de diferentes autores. Organizados e apresentados por Daniela Bousso, cada texto realça um aspecto da obra de Eva, inclusive aqueles de seus anos como integrante do grupo Casa Blindada. A fim de dar conta da multiplicidade de suportes e temas que Eva aborda em seus trabalhos, Estrangeira é um ótimo ponto de partida para a investigação da arte independente e pública feita no Brasil atualmente.
  • 369366

    25,0 %

    Empena O Amparo - Wmf Martins Fontes

    sinopse
    • 'Empena o amparo', de Geórgia Kyriakakis, apresenta a trajetória da artista de 2009 a 2017. São 272 páginas, com 175 ilustrações coloridas, nas quais podem ser vistas 30 séries de trabalhos, entre desenhos, esculturas, fotografias e instalações, e 15 exposições, individuais e coletivas. O livro contém também croquis, maquetes e diversos tipos de anotação da artista, permitindo o acesso a uma etapa do processo de criação, geralmente inacessível ao público, mesmo àquele familiarizado com a obra dessa importante artista brasileira. O livro traz uma conversa de Geórgia com o crítico e curador Cauê Alves, realizada em 2018 no ateliê da artista, além de seis outros textos críticos, escritos por Paula Braga, David Barro, entre outros autores, por ocasião de exposições individuais realizadas durante o período. Uma cronologia e uma bibliografia para pesquisa completam o conteúdo do livro.
  • 355113

    25,01 %

    Livro E Fazer Ideias, O - Panda Books

    sinopse
    • Vamos fazer arte? Então prepare-se para criar 20 projetos incríveis usando a criatividade! Aprenda a desenhar um pavão usando os pés, a construir um restaurante de passarinho com materiais recicláveis, a fazer super-heróis com palito de sorvete, a criar um mapa do tesouro personalizado e muito mais. O livro traz ainda dicas para uso de diferentes tipos de cola, tintas e canetinhas coloridas. A partir desses projetos, você ficará craque para criar muitas outras brincadeiras!
  • 332445

    Saga De Odilla Mestriner, A - Aut Parananense

    sinopse
    • SAGA DE ODILLA MESTRINER, A - AUT PARANANENSE - ANTONIO MESTRINER
  • 281243

    24,99 %

    Pense Como Um Artista - Zahar

    sinopse
    • A sabedoria e o pensamento criativo dos grandes artistas, de Da Vinci a Ai Weiwei, que podem ajudar a transforma sua vida. Como editor de artes da BBC, Will Gompertz entrevistou e conviveu com muitos dos maiores artistas, diretores, escritores, músicos, atores, designers e pensadores criativos do mundo. E descobriu uma série de traços comuns a todos eles- práticas e processos básicos que estimulam e permitem que seus talentos floresçam. Combinando história da arte e estratégias criativas num livro realmente inspirador, o autor nos convoca a adotar esses processos e práticas. E ensina que, não importa nossa área de atuação, eles podem nos ajudar a alcançar coisas extraordinárias também. Usando como exemplo diversos artistas consagrados entre eles Michelangelo, Van Gogh, Duchamp, Picasso, Andy Warhol, Ai Weiwei e Marina Abramovic, Gompertz trata de criatividade, autoconfiança e persistência. E mostra que para ser bem-sucedido mesmo o mais genial e revolucionário dos artistas precisou, e precisa, pensar diferente, fazer diferente, confiar em si mesmo, ser empreendedor e seguir em frente.

Produtos encontrados: 61 Resultado da Pesquisa por: em 8 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar