Produtos encontrados: 722 Resultado da Pesquisa por: em 15 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

  • 437881

    24,99 %

    Contra A Realidade

    sinopse
    • "O que leva alguém a negar fatos e evidências científicas? Que crenças e interesses orientam os negacionistas, levando-os a disseminar ideias sem nenhum compromisso com a realidade? Nesse livro, a microbiologista Natalia Pasternak e o jornalista Carlos Orsi fazem uma análise minuciosa e independente das principais teorias negacionistas, mostrando como todas podem ser facilmente refutadas com sólidos argumentos científicos. Em tempos obscuros, a obra oferece um norte ao leitor, para que não caia em armadilhas subjetivas, e prova que ciência não é questão de opinião. ------------------------- ""Este livro vai interessar a todos os que se preocupam com a negação à ciência, fenômeno que os autores descrevem da Antiguidade às ideias de Galileu Galilei e Charles Darwin, à transgenia, ao aquecimento global, às vacinas e até a fatos históricos como o Holocausto. Espero que seja adotado nas escolas e universidades, é uma aula sobre os princípios que regem o pensamento científico."" (Drauzio Varella)"
  • 437143

    24,99 %

    Chinobyl

    sinopse
    • Em 2015, Rafael Fontana se mudou para a China para trabalhar como professor na Universidade de Hebei, província próxima a Pequim. Em poucas semanas, havia se integrado àquilo que batizou de festas da fraude: eventos em que os estrangeiros eram contratados e apresentados como autoridades em assuntos diversos para a população local. E a China de mentira ia se descortinando na sua frente. Com a experiência de jornalista, decidiu investigar a fundo os tentáculos do Partido Comunista na vida dos chineses. Formou então uma rede de contatos, oriundos de diversas partes do mundo, dentro e fora do país, que colaboravam com informações em tempo real. De volta ao Brasil, foi contratado pela gigante chinesa do 5G Huawei, o que completou seu pacote de dados sobre a ação do PCCh no mundo. O que ele traz aqui pode ser comparado a uma bomba, já armada, e próxima de explodir. Sua investigação é um alerta para todos os países ? especialmente o Brasil ?, sobre questões de segurança e os mecanismos que a ditadura desenvolveu para minar democracias, controlar informações e expandir seu projeto totalitário para além de suas fronteiras
  • 433830

    31,03 %

    Conversas Desconfortaveis Com Um Homem Negro

    sinopse
    • Best-seller instantâneo do New York Times, este livro urgente e necessário responde às mais variadas questões de pessoas brancas sobre racismo e preconceito, partindo de um princípio básico: a única pergunta ruim é a pergunta não feita. Conversas desconfortáveis com um homem negro é um convite acolhedor a todos aqueles interessados em conhecer mais tudo a que as pessoas negras estão diariamente submetidas ? discriminação, desigualdade e violência, tanto em suas formas mais evidentes e abomináveis quanto nas mais veladas, subjacentes e estruturais. O comentarista esportivo Emmanuel Acho, um homem negro, acredita que a solução para o racismo, que ultrapassa as fronteiras dos países, é a empatia, só alcançada com informação. Ele então decidiu criar um ?espaço seguro? para responder a perguntas ? complexas e simples, insensíveis e consideradas tabu ? que muitas pessoas hoje em dia têm medo de fazer e cujo entendimento profundo é a chave para combatermos o preconceito e a desigualdade. Emmanuel fez primeiro uma websérie em seu canal no YouTube, que teve mais de 17 milhões de visualizações. Logo em seguida, foi convidado a transformá-la neste livro, que foi publicado nos Estados Unidos em novembro de 2020, chegou à lista dos mais vendidos em apenas duas semanas e foi escolhido como um dos melhores do ano.
  • 398684

    SOU LOUCO

    57,31 %

    Leis Fundamentais Da Estupidez Humana, As - Planeta

    sinopse
    • As cinco leis que confirmam seu maior medo: pessoas estúpidas mandam no mundo! Desde tempos imemoriais, uma poderosa força do mal vem prejudicando o bem-estar e a felicidade dos homens. Ela é mais poderosa que a milícia, o tráfico de drogas ou o exército. Seus efeitos são catastróficos e globais. Ela se encontra em salas de reunião e bares de todo o mundo. Essa força gigantesca é a estupidez humana. Por isso, Carlo M. Cipolla, notável professor de história econômica da Universidade da Califórnia, diante do estado atrapalhado da humanidade, criou um modelo econômico de importância vital que nos permite detectar, conhecer e neutralizar essa ameaça: As leis fundamentais da estupidez humana. O pequeno clássico do século XX retorna às livrarias para ajudar todos que se desesperam com a onipresença da estupidez, até entre ?intelectuais?. Mais relevante do que nunca, este pequeno livro hilário vai ajudá-lo a enfrentar os eventos políticos mais desconcertantes, colegas de trabalho irracionais e o jantar de Natal com os parentes por meio das regras de ouro do primeiro e único modelo econômico da estupidez.
  • 438102

    25,01 %

    A Cilada Da Meritocracia

    sinopse
    • Em ensaio revelador, professor de direito de Yale desmonta a farsa da meritocracia ao demonstrar como esse sistema aprofunda a desigualdade econômica e abre espaço para lideranças populistas A ideia de meritocracia ? que premiaria os mais esforçados e habilidosos ? pode parecer o modelo mais justo para substituir a aristocracia, que reserva riqueza e prestígio sempre para os mesmos escolhidos, por meio de herança. Hoje, porém, em sociedades tão marcadas por desigualdades ? inclusive de raça e gênero ?, como é o caso do Brasil, o conceito tem sido muito questionado. Daniel Markovits analisa a fundo a sociedade norte-americana e destrincha como a meritocracia, no fim das contas, é prejudicial tanto para a elite quanto ? e principalmente ? para a classe média e os pobres. Isso porque, hoje, ela se transformou no que foi concebida para combater: um mecanismo de concentração e transmissão dinástica de riqueza e privilégios. A mobilidade para ascender socialmente tornou-se uma fantasia, e a classe média está mais propensa a afundar na pobreza do proletariado do que a se tornar parte da elite profissional. Ao mesmo tempo, seu conceito seduz até os que conseguem trilhar a duras penas um caminho bem-sucedido, exigindo que adultos ricos trabalhem com intensidade esmagadora, valendo-se de superformações ? que, em geral, só a elite pode pagar ? para conseguir retorno. E, além de criar um cenário que acirra a luta de classes, esse sistema ainda abre espaço para o surgimento de lideranças populistas, que crescem insuflando o ressentimento de uma grande parcela da sociedade. Estes são os argumentos que Markovits desenvolve com rara força, apresentando pontos pertinentes para expor a farsa da meritocracia. Tendo passado a vida em universidades de elite, o autor conhece por dentro o sistema corrosivo em que a sociedade norte-americana está aprisionada. E também sabe que, se entendermos que a desigualdade meritocrática produz um mal praticamente universal, possivelmente encontraremos uma alternativa mais saudável. A cilada da meritocracia não apenas revela os mecanismos dessa engrenagem, como também demonstra quais seriam os primeiros passos que poderiam nos levar em direção a um mundo novo, mais capaz de proporcionar dignidade e prosperidade às pessoas.
  • 437771

    25,01 %

    Antropoceno

    sinopse
    • Em seu primeiro livro de não ficção, o premiado autor de A culpa é das estrelas analisa as contradições e as maravilhas da humanidade Que John Green é um dos autores contemporâneos mais queridos não é novidade. Sua sensibilidade e seu talento para traçar histórias inesquecíveis tornaram seus romances sucessos mundiais, e agora o celebrado escritor nos oferece uma necessária dose de esperança em sua estreia na não ficção. Refletindo sobre temas que vão de Super Mario Kart e o pôr do sol a pinturas rupestres e o hábito de procurar estranhos no Google, os ensaios perspicazes e bem-humorados reunidos nesta coletânea são uma celebração genuína da capacidade humana de se apaixonar pelo mundo. O termo ?Antropoceno? foi proposto para designar a era geológica atual, em que os seres humanos remodelaram o planeta e sua biodiversidade de maneira profunda, para o bem e para o mal. A humanidade é cheia de facetas contraditórias e invenções intrigantes, e John Green se propõe a avaliá-las de forma nada imparcial. Afinal, no Antropoceno, não há observadores desinteressados, apenas participantes. Como o próprio autor reconhece, esses ensaios também são, de certa forma, uma autobiografia. Escrito em parte durante o turbulento período de pandemia global e baseado em seu podcast de sucesso, Antropoceno: notas sobre a vida na Terra nos guia pelas sutilezas dessa nova realidade e nos dá a segurança de que podemos até desconhecer o caminho que estamos seguindo, mas com certeza estamos em boa companhia.
  • 434811

    20,05 %

    Politica E Para Todos

    sinopse
    • Em seu primeiro livro, Gabriela Prioli oferece uma introdução acessível sobre como funciona a política ? e como debatê-la de forma racional e sem achismos. O que é uma democracia e para que serve uma constituição? Quais são as atribuições de cada uma das três esferas de poder e como garantir que elas se mantenham em harmonia? Como funcionam as eleições e qual a importância das fake news nesse cenário? Em Política é para todos, a advogada e apresentadora Gabriela Prioli responde a essas e outras questões imprescindíveis para a compreensão do funcionamento da política ? sobretudo a brasileira ?, mas que muitas pessoas têm receio ou vergonha de perguntar. Com a linguagem descomplicada que fez dela uma das personalidades mais populares do país, a autora mostra como cada um de nós pode se engajar para construir a sociedade que queremos, debatendo os assuntos relevantes com opiniões próprias e argumentos racionais.
  • 399379

    25,01 %

    Historia Da Sexualidade - Vol 1 - Paz E Terra

    sinopse
    • A monumental história da sexualidade com novo projeto gráficoAo longo dos anos 1970, Michel Foucault dedicou seu trabalho no Collège de France à análise do lugar da sexualidade na sociedade ocidental, o que deu origem à História da sexualidade, em quatro volumes. Sua reflexão encontrou no sexo e na sexualidade a causa de todos os acontecimentos da vida social. O filósofo empreendeu uma pesquisa histórica, estabelecendo uma antropologia e uma análise dos discursos acerca desse tema tão fundamental para a condição humana.O primeiro volume, A vontade de saber, mostra que a sexualidade não foi reprimida com o capitalismo, depois de ter vivido em liberdade. Sua hipótese é de que, desde o século XVI ? processo que se intensifica a partir do século XIX ?, o sexo foi incitado a se manifestar por uma vontade de saber sobre a sexualidade, que é peça das estratégias de controle dos indivíduos e das populações características das sociedades modernas.
  • 486

    25,01 %

    Ditadura Envergonhada, A Vol 1 - Intrinseca

    sinopse
    • A obra é dividida em dois conjuntos: As ilusões armadas e O sacerdote e o feiticeiro. Publicada originalmente em 2002, As ilusões armadas reúne os livros A ditadura envergonhada e A ditadura escancarada, e recebeu o prêmio de Ensaio, Crítica e História Literária de 2003, concedido pela Academia Brasileira de Letras. Nos primeiros anos após o golpe de 1964, o governo militar ainda relutava em se assumir como uma ditadura, daí o título A ditadura envergonhada.
  • 439020

    25,01 %

    Afrografias Da Memoria

    sinopse
  • 438608

    PRÉVENDA

    Injusticados

    sinopse
    • Quatro casos dramáticos de justiçamento que revelam um lado polêmico e pouco conhecido dos anos de chumbo do Brasil. Injustiçados trata de um assunto tabu que passou as últimas décadas no limbo da história brasileira: as execuções que ocorreram dentro dos grupos de luta armada durante a ditadura militar. Tendo como fio condutor os casos de quatro militantes injustamente considerados traidores do movimento revolucionário, Lucas Ferraz faz um corajoso relato de um tema que até hoje é motivo de disputa e silenciamento. Com base em documentos, cartas e depoimentos de guerrilheiros, familiares das vítimas e militares, o autor narra os justiçamentos cometidos dentro da guerrilha e seu contexto ? as infiltrações dos serviços secretos do regime, a disparidade de poder entre a repressão e a guerrilha, e seus personagens-chave. Mais importante, Ferraz recupera a história e o nome das vítimas: Márcio Toledo, Carlos Alberto Cardoso, Francisco Alvarenga e Salatiel Rolim. Julgados à revelia, condenados à morte e assassinados por seus próprios companheiros, eles ganham aqui finalmente uma memória histórica.
  • 434052

    26,99 %

    Teorias Cinicas

    sinopse
    • Como a academia e o ativismo tornam raça, gênero e identidade o centro de tudo e por que isso prejudica todos. Você já ouviu falar que a ciência é sexista? Ou que certas pessoas não devem praticar ioga ou cozinhar comida chinesa? Ou ouviram que ser obeso é saudável, que não existe tal coisa como sexo biológico, ou que apenas brancos podem ser racistas? VOCÊ ESTÁ CONFUSO COM ESSAS IDEIAS E SE PERGUNTA COMO ELAS CONSEGUIRAM DESAFIAR A PRÓPRIA LÓGICA? Neste livro, Helen Pluckrose e James Lindsay documentam a evolução dessas ideias, de suas origens grosseiras no pós-modernismo francês para seu refinamento dentro de campos acadêmicos militantes. Os autores alertam que a proliferação desenfreada dessas crenças anti-iluministas representa uma ameaça não apenas para a democracia liberal, mas também para a própria modernidade. Embora reconheçam a necessidade de desafiar o conceito de que não vivemos numa sociedade totalmente justa, Pluckrose e Lindsay analisam como tantos estudos ativistas, frequentemente radicais, prejudicam justamente os grupos que afirmam defender.
  • 433082

    25,01 %

    Drogas Para Adultos

    sinopse
    • Escrito por um dos mais respeitados especialistas no assunto, este livro é um poderoso argumento contra tudo aquilo que nos fazem acreditar sobre as drogas, seus efeitos e danos. Baseado em evidências científicas e experiências pessoais, é também um manifesto pela liberdade de usá-las como parte de uma vida responsável e feliz. Está mais do que na hora de pessoas bem-sucedidas falarem abertamente sobre o uso recreativo de drogas ? é o que defende o neurocientista Carl Hart neste livro corajoso e polêmico. Sem esconder sua condição de usuário, em total equilíbrio com uma vida plena e produtiva, ele ilustra os inúmeros benefícios do uso responsável por adultos e argumenta que o maior dano das drogas decorre de sua ilegalidade. Sua demonização e criminalização em países como os Estados Unidos e o Brasil têm sido um flagelo imenso, contribuindo para a discriminação racial, marginalização e mortes. Essa, contudo, nem sempre foi sua visão. Por anos, Hart buscou provar que o uso de drogas é perigoso, até que os resultados de seus estudos não sustentaram mais tal hipótese. Em Drogas para adultos, ele descreve sua luta para convencer outros pesquisadores da área de que atuam sob o véu do preconceito, impedindo a adoção de novos tratamentos e políticas humanas mais saudáveis, e narra sem hipocrisia por que decidiu não mais se calar diante da ideologia moralista e punitiva que cerca o tema. ?Pouca ciência e muito preconceito são as doenças infantis do proibicionismo. Hart inverte essa lógica, iluminando de forma genial o debate sobre drogas.? ? Sidarta Ribeiro
  • 431641

    15,02 %

    Pensadores Da Liberdade

    sinopse
    • Em Pensadores da liberdade, Rodrigo Constantino apresenta ao leitor o resultado de duas décadas de estudos de 20 dos grandes mestres do pensamento liberal, incluindo, entre outros, John Locke, David Hume, Adam Smith, Edmund Burke, Ludwig von Mises, Friedrich Hayek, Ayn Rand e Karl Popper. Analisando e sintetizando pensamentos que muitas vezes são bastante complexos de autores clássicos e contemporâneos, o autor expõe um panorama claro, preciso e bem formulado dos principais argumentos que constituem a base do liberalismo. Por meio da influência desses mestres, o livro oferece uma visão e um entendimento a respeito da liberdade e o que devemos fazer para chegarmos mais perto desse ideal. O melhor antídoto contra o obscurantismo e a desinformação é o conhecimento. O que Pensadores da liberdade oferece é matéria consistente para que cada pessoa possa construir a própria reflexão sobre os valores de uma sociedade verdadeiramente democrática.
  • 402590

    25,01 %

    Fascismo A Brasileira - Planeta

    sinopse
    • Se é inegável que entende melhor o presente quem conhece o passado, é fundamental conhecer o integralismo para compreender a essência do bolsonarismo. Sim, o Brasil teve um movimento fascista e anticomunista na sua história na mesma época de Mussolini e Hitler. Fundado pelo deputado e jornalista Plínio Salgado, a Ação Integralista Brasileira foi o maior movimento fascista fora da Europa entre os anos 1920 e 1940 ? e também o maior movimento de extrema-direita no país até o surgimento de Jair Bolsonaro. Era uma organização nacionalista, autoritária e tradicionalista. Chegou a ter um milhão de adeptos que eram conhecidos como os ?encamisados? ou ?camisas- verdes? por se vestirem de verde ? como se vestiam de preto os discípulos de il duce na Itália e de cáqui a legião de seguidores do führer na Alemanha. Inspirado pelos líderes europeus, Plínio era anticomunista e defendia as ideias do fascismo, entre elas a defesa de uma identidade nacional e a crença de que a salvação da pátria exigia tanto a obediência a um ?salvador da pátria? como a destruição dos inimigos internos. Como instrumentos, pregava a violência e o militarismo ao mesmo tempo em que tinha como valores fundamentais a família e a religião. Apesar de ter durado poucos anos, a Ação Integralista Brasileira contou com expoentes como o jurista Miguel Reale, o antropólogo Câmara Cascudo, o arcebispo Dom Hélder Câmara, o escritor José Lins do Rego e, testemunhas dizem, até o músico e poeta Vinícius de Moraes. Em Fascismo à brasileira, Pedro Doria conta esse momento pouco estudado da história brasileira com uma riqueza de detalhes que permitirá ao leitor não só conhecer o integralismo como fazer, ele próprio, as conexões entre passado e presente.
  • 382650

    28,0 %

    Factfulness - O Habito Libertador De So Ter Opinioes Baseadas Em Fatos - Record

    sinopse
    • Com texto leve, esta obra ricamente ilustrada por gráficos e tabelas de fácil compreensão é acessível a todos ? desde o leigo até o especialista em economia ou estatística. Que porcentagem da população mundial vive na pobreza? Qual é o número de crianças vacinadas no mundo hoje? Quantas meninas terminam a escola? Quando confrontadas com perguntas simples a respeito das tendências globais, as pessoas sistematicamente dão respostas incorretas. Isso acontece quando nos preocupamos com tudo o tempo todo em vez de compreendermos as coisas como realmente são, e perdemos a capacidade de nos concentrar nas verdadeiras ameaças. Tomando emprestado o conceito de mindfulness (o ato de ter atenção plena nas experiências, atividades e sensações do presente), os autores propõem a ideia de factfulness: o hábito libertador de só ter opiniões baseadas em fatos. Inspirador, bem-humorado e cheio de histórias emocionantes, Factfulness é um livro urgente e essencial que mudará a maneira como você vê o mundo e o capacitará a responder melhor às crises e oportunidades do futuro.
  • 354996

    24,98 %

    Quem Tem Medo Do Feminismo Negro - Cia Das Letras

    sinopse
    • Um livro essencial e urgente, pois enquanto mulheres negras seguirem sendo alvo de constantes ataques, a humanidade toda corre perigo.Quem tem medo do feminismo negro? reúne um longo ensaio autobiográfico inédito e uma seleção de artigos publicados por Djamila Ribeiro no blog da revista Carta Capital , entre 2014 e 2017. No texto de abertura, a filósofa e militante recupera memórias de seus anos de infância e adolescência para discutir o que chama de ?silenciamento?, processo de apagamento da personalidade por que passou e que é um dos muitos resultados perniciosos da discriminação. Foi apenas no final da adolescência, ao trabalhar na Casa de Cultura da Mulher Negra, que Djamila entrou em contato com autoras que a fizeram ter orgulho de suas raízes e não mais querer se manter invisível. Desde então, o diálogo com autoras como Chimamanda Ngozi Adichie, bell hooks, Sueli Carneiro, Alice Walker, Toni Morrison e Conceição Evaristo é uma constante. Muitos textos reagem a situações do cotidiano ? o aumento da intolerância às religiões de matriz africana; os ataques a celebridades como Maju ou Serena Williams ? a partir das quais Djamila destrincha conceitos como empoderamento feminino ou interseccionalidade. Ela também aborda temas como os limites da mobilização nas redes sociais, as políticas de cotas raciais e as origens do feminismo negro nos Estados Unidos e no Brasil, além de discutir a obra de autoras de referência para o feminismo, como Simone de Beauvoir.
  • 110754

    25,01 %

    Amor Liquido - Zahar 1 Ed

    sinopse
    • AMOR LIQUIDO - JZE - ZYGMUNT BAUMAN
  • 447246

    PRÉVENDA

    Portas Fechadas

    sinopse
    • "Em 2020, fábricas fecharam, pessoas perderam o emprego, trabalho e ensino à distância exacerbaram as diferenças sociais. Neste livro de excepcional fôlego e amplitude, o autor faz uma análise abrangente do que chamou de ""crise do coronavírus"", abordando não apenas o impacto na economia global e suas consequências geopolíticas, mas também seus efeitos na ciência, no meio ambiente, na educação, na cultura e no comportamento dos indivíduos."
  • 447210

    PRÉVENDA

    O Brasil - Territorio E Sociedade No Inicio Do Seculo Xxi

    sinopse
    • Agora em nova edição, com prefácio de Sérgio Abranches, O Brasil: Território e sociedade no início do século XXI marcou uma renovação da geografia brasileira. Ao mostrar o uso do espaço nacional como um todo e, paralelamente, o de cada uma de suas regiões, associado ao conceito de divisão territorial do trabalho e correlatos, Milton Santos e María Laura Silveira revelam que o território não é apenas um palco, mas, sobretudo, um ator na dinâmica social. Aspectos e relações importantes são criteriosamente selecionados para caracterizar nossa formação socioespacial.A noção de ?uso do território? é o alicerce da abordagem. Os sistemas técnicos ? objetos e formas de fazer ? permitem explicar como, onde, por quem, por que e para que esse território é usado. A delimitação de períodos e a reconstrução dos contextos levam ao reconhecimento das heranças e, ao mesmo tempo, das intencionalidades. Cada região acolhe certas modernizações e certos atores dinâmicos, cristalizando usos antigos e gestando novas racionalidades.A análise que os autores propõem, contudo, leva em conta os fatos emergentes do início do século XXI e os novos traços da economia, da sociedade e da política. Estes aparecem aqui por meio da redefinição das relações entre a terra e o povo, mais do que nunca inseridos em circuitos internacionais. Surge, assim, um retrato ainda atual do país, com potencial para iluminar a busca por caminhos futuros.O livro mostra como deixamos a ideia de uma nação brasileira a cargo do mercado global. Resultado da parceria entre Milton Santos e María Laura Silveira, reúne ainda oito contribuições temáticas, de diferentes autores, que analisam temas correlatos: as bases materiais das telecomunicações e da informática, a concepção da malha rodoviária brasileira, o novo papel da agricultura, os serviços metropolitanos no período da globalização, entre outros. Compõe, assim, uma visão compreensiva da realidade nacional, alcançada a partir de um dos aspectos mais determinantes e compreensivos desta realidade: o território.Resultado de uma vasta pesquisa, O Brasil: Território e sociedade no início do século XXI constrói, a partir do olhar dos geógrafos, uma visão interdisciplinar da realidade brasileira. Com uma linguagem acessível, permite a leitura não apenas dos especialistas, mas também de outros cientistas sociais, administradores, políticos e do leitor em geral. Sua maior ambição é, ao atingir o grande público, participar ativamente do debate nacional.
  • 447183

    PRÉVENDA

    Por Uma Outra Globalizacao

    sinopse
  • 446751

    PRÉVENDA

    A Democracia Na Armadilha

    sinopse
    • Reunião de colunas traça o perturbador panorama político e histórico do governo Bolsonaro e sua crescente ameaça à democracia brasileira Ao longo de sua trajetória política, Jair Bolsonaro vem colecionando episódios de desprezo aos valores democráticos, como o elogio à tortura durante a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso Nacional. Eleito ao posto mais alto da República, seu uso político das Forças Armadas, a constante divulgação de mentiras, a demolição do projeto de preservação ambiental e de proteção aos povos indígenas, a sistemática intimidação às instituições, além do descaso com as medidas de controle da pandemia de covid-19 e suas vítimas dão o tom de seu governo. São esses os temas recorrentes pontuando o grave cenário de ameaças à democracia no Brasil e que estão presentes nesta seleção de colunas escritas entre abril de 2016 e julho de 2021 pela premiada jornalista Míriam Leitão. Além de um alerta, este livro é como um álbum que mostra a que ponto um país pode chegar quando um inimigo da democracia se instala no coração do poder. Em enredos como esse, a luta é para que a democracia não morra no final.
  • 446739

    PRÉVENDA

    Mulher Roupa Trabalho

    sinopse
    • Este não é mais um livro de estilo. Nestas páginas, a consultora de moda Thais Farage e a advogada Mayra Cotta investigam a relação da mulher com a roupa de trabalho e o que há por trás das escolhas diárias que fazemos diante do espelho. ?Será que esse vestido me deixa velha??, ?Essa camisa me faz parecer séria demais??, ?Essa blusa é muito estampada??, ?Ainda tenho idade para usar esse tipo de saia??. Quem é mulher sabe que, apesar de rotineira, arrumar-se para o trabalho não é tarefa fácil. Não importa o que vestimos, a roupa feminina é sempre avaliada, comentada e criticada por todo mundo, e o resultado é que quase nunca sentimos que nossas peças são apropriadas para a situação. Mas por que nossa relação com a roupa de trabalho é tão complicada? De onde vêm tantas questões que parecem nem existir para o gênero masculino? Foi com isso em mente que Mayra Cotta e Thais Farage escreveram Mulher, roupa, trabalho, um livro que repensa a moda a partir de suas raízes políticas e questiona a política a partir da moda, tendo como base a roupa das mulheres no espaço de trabalho. O objetivo aqui é questionar as estruturas engessadas que determinam o que devemos ou não vestir para trabalhar e tentar subvertê-las. Só assim poderemos nos divertir mais com os looks e nos preocupar menos em nos espremer para caber neles. ?O livro que você tem em mãos é, além de uma ferramenta para formação de repertório crítico, uma potente arma de transgressão que vai ajudar a romper as lógicas que aprisionam as mulheres a padrões preestabelecidos e impostos.? ? Susana Barbosa, diretora editorial da ELLE Brasil
  • 446737

    PRÉVENDA

    Seis Balas Num Buraco So

    sinopse
    • Nova edição revista e ampliada de um clássico dos estudos de gênero no Brasil. Um livro provocativo, em que Trevisan propõe a superação dos estereótipos impostos pela ?masculinidade ideal?, uma quimera cuja principal vítima é, em última análise, o próprio homem. A crise da masculinidade é moderna, mas não é nova. Sua configuração, ao longo de séculos, transformou-se em um nó cego, reforçado por sérias contradições. A constante defesa do projeto do ?homem ideal? explica os episódios de abuso de poder, feminicídio, homofobia e intolerância majoritariamente cometidos por elites masculinas hegemônicas, que resistem a um ordenamento social mais diverso e igualitário. Esta nova edição de Seis balas num buraco só, que foi lançado originalmente em 1998, traz capítulos inéditos e atualizações importantes, incluindo a ascensão política das religiões cristãs e os governos de Donald Trump e Jair Bolsonaro, ancorados no negacionismo típico da masculinidade tóxica. Propondo uma reflexão profunda e provocativa sobre o machismo, a misoginia e a homofobia, Trevisan revela, também, como estão vivas e atuantes as resistências dos setores progressistas e mais vulneráveis da sociedade ? exemplificados nas novas correntes feministas, nos movimentos LGBTQ+ e na luta antirracista. Uma leitura urgente para quem busca compreender melhor o seu tempo e cumprir seu papel histórico.
  • 446722

    PRÉVENDA

    A Vida Nunca Mais Sera A Mesma

    sinopse
    • Neste corajoso relato, Adriana Negreiros parte de sua própria experiência para desvendar um cotidiano de violências e abusos sofridos por mulheres na história recente do Brasil. Por muito tempo, o estupro foi tratado de forma obscura, aos sussurros, como tabu ou excentricidade. E mais, foi extremamente resistente o pensamento de que as mulheres também eram culpadas pela agressão sexual que sofriam. No Brasil, um dos países com maior taxa de feminicídios do mundo, sensibilizar e alertar a sociedade para essa violência ? não apenas a real, como também a simbólica ? é algo urgente. Em A vida nunca mais será a mesma, Adriana Negreiros discute a cultura da violência e o estupro no Brasil em suas mais variadas formas e expressões. Do delicado tema do abuso sexual de crianças por familiares ao estupro no casamento, chama a atenção o fato de que a agressão contra a mulher não se dá apenas no espaço público ? os lares podem ser ambientes igualmente opressores, apartados da interferência do Estado. Alternando depoimentos em primeira pessoa com casos verídicos de outras mulheres, noticiados na imprensa ou investigados por ela, Adriana constrói um livro tocante e, ao mesmo tempo, elucidativo.
  • 446689

    PRÉVENDA

    A Etica E Possivel Num Mundo De Consumidores

    sinopse
    • ?Este livro é o relatório de um campo de batalha.? É com essa afirmação que Zygmunt Bauman abre esta coletânea, que reúne seis de suas conferências proferidas no Instituto de Ciências Humanas de Viena, em 2008. Em todos os textos, a ética é o ponto em comum. Em um brilhante diálogo com grandes filósofos contemporâneos ? Norbert Elias, Hannah Arendt, Jürgen Habermas, Jacques Derrida, Theodor Adorno ?, Zygmunt Bauman reflete sobre o papel da arte no mundo líquido moderno, o dilema da Europa frente aos estrangeiros, a impossibilidade de se debater a liberdade em meio ao predomínio do medo e da insegurança, o papel da educação, e o desenvolvimento de uma atitude ética em um século dominado por forças antagônicas, como a globalização econômica e o caráter local da política. Ao sugerir um novo instrumental de pensamento, livre das amarras impostas por formas historicamente ultrapassadas de organização social, Bauman nos desafia a recorrer à liquidez característica das atuais relações pessoais, sociais e afetivas para desenvolver uma conduta flexível ante o diverso, o divergente, o outro.
  • 446678

    PRÉVENDA

    Vida Liquida

    sinopse
    • Em Vida líquida, Zygmunt Bauman volta ao tema da fluidez da existência contemporânea, desenvolvido também em outras obras de sucesso como Amor líquido e Modernidade líquida. Em Vida líquida, Zygmunt Bauman apresenta de forma brilhante uma coletânea de ideias sobre a vida que levamos numa sociedade líquido-moderna. Para o autor, a liquidez é a essência máxima do ser contemporâneo ? a transformação das relações humanas em mercadoria produz um sentimento de fragilidade e incerteza que domina todas as esferas de nossa existência no mundo atual. Afinal, o indivíduo social, reduzido à condição de mero consumidor, não obtém satisfação plena consigo mesmo nem com o outro. A vida líquida não admite uma direção única, e as frustrações naturais oriundas da incerteza produzem indiferença, desapego, indefinição de valores e uma boa dose de cinismo. O peso do efêmero traz consigo o medo de ficar para trás e de não acompanhar os movimentos sempre cambiantes dos eventos ? sejam eles políticos, econômicos, sociais ou afetivos.
  • 446481

    PRÉVENDA

    Qual E A Nossa Crise

    sinopse
    • Contratamos profissionais despreparados para ocupar cargos importantes, e reclamamos que o resultado não dá certo. Apesar da evolução tecnológica e social ao longo dos anos, continuamos, muitas vezes, com posturas de convivência primitiva. ?Elegemos pessoas que não entendem de saúde para cuidar da saúde de milhões de pessoas. Pessoas que não entendem de orçamento para cuidar do orçamento. Pessoas que nunca cuidaram da gestão de um carrinho de pipoca para gerir um país inteiro. Contratamos profissionais despreparados para ocupar cargos importantes, e reclamamos que o resultado não dá certo.? ? Trecho da obra Para haver ?ordem e progresso?, lema de nossa bandeira, é preciso que nossas ações, em todos os âmbitos, sejam orientadas pelo pilar da ética. Em Qual é a nossa crise? Reflexões sobre ética e corrupção, o autor chama de ação ético-organizada a forma de agir no mundo, guiado pelo pilar da ética. Se queremos algum tipo de melhora social no futuro, esse tipo de ação deve guiar nossas relações em família, na profissão e nos negócios, na política, na religião e nos assuntos em geral, como ao falarmos sobre ciência ou pandemia. A ação ético-organizada tem a capacidade de revolucionar a sociedade, assim como nossa relação com o outro e com o meio ambiente. Ao longo deste livro, vamos refletir juntos sobre como aplicar e disseminar essa atitude no mundo. ?A principal crise que vivemos no Brasil não é econômica, nossa crise é ética.? ? Trecho da obra
  • 446475

    PRÉVENDA

    Joao De Deus

    sinopse
    • Uma narrativa profunda, corajosa e inédita da ascensão e queda de João de Deus Em um livro-reportagem investigativo, Cristina Fibe desconstrói o mito em torno do garimpeiro goiano desde a fundação de seu centro espiritual, na década de 70, até a rede de crimes que o protegeu por quase cinquenta anos Em setembro de 2018, Cristina Fibe, jornalista que fez carreira nas principais redações do país, deu início a uma apuração que revelaria, três meses depois, os estupros cometidos pelo autoproclamado médium João de Deus. João de Deus: o abuso da fé é um livro-reportagem com informações apuradas e checadas em viagens a Abadiânia, visitas a IMLs, delegacias e tribunais, além de um mergulho em mais de mil páginas de processos criminais. Dentre as centenas de entrevistas, há depoimentos exclusivos de figuras públicas próximas de João, como o ex-governador de Goiás Marconi Perillo e o ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso. Com a sensibilidade e as ferramentas de quem se especializou na cobertura dos direitos das mulheres, Cristina Fibe dá voz também a algumas das mais de trezentas sobreviventes dos abusos, em relatos muitas vezes chocantes, mas necessários para interromper o silêncio que leva à impunidade.
  • 446460

    25,01 %

    Walden Ou A Vida Nos Bosques

    sinopse
    • "O clássico de Henry David Thoreau, publicado em 1854: um manifesto a favor da natureza e da liberdade. Edição especial, com ilustrações de Deco Farkas, prefácio de Joyce Carol Oates e nota biográfica escrita por Virginia Woolf. Inclui o ensaio ""Sobre o dever da desobediência civil"". Em conflito com as mudanças trazidas pela Revolução Industrial ? na sociedade, na cultura e na relação do homem com o trabalho e a natureza ? e inspirado pela filosofia oriental do confucionismo, Thoreau abandona a cidade e retira-se para a floresta. Lá, às margens do lago Walden, constrói uma cabana e todos os móveis com as próprias mãos, passando a viver com o mínimo necessário para sua sobrevivência e em intenso contato com o meio natural. A obra de Thoreau ? em especial, Walden ou a vida nos bosques e o ensaio ""Sobre a desobediência civil"", ambos presentes nesta edição ? tem sido referência fundamental a diversos pensadores e movimentos dos séculos XIX, XX e XXI, como Martin Luther King Jr., Mahatma Gandhi, o movimento artístico beat, a filosofia hippie das décadas de 1960-70 e as principais correntes de luta pela ecologia e pela preservação do meio ambiente das últimas décadas."
  • 445663

    PRÉVENDA

    Sociologia Geral Vol 2

    sinopse
    • Neste segundo volume da publicação do ?Curso de sociologia geral? proferido por Pierre Bourdieu no Collège de France, encontramos reunidas as treze aulas do ano letivo de 1982-1983. Utilizando uma linguagem clara e didática, Bourdieu apresenta em detalhes dois dos principais conceitos de sua perspectiva sociológica, habitus e campo. Ele mostra como esses conceitos surgiram de suas pesquisas sociológicas e antropológicas, como eles devem ser pensados em contraposição a outras perspectivas das ciências sociais e oferece vários exemplos de sua aplicação em situações concretas. Este livro é altamente esclarecedor tanto para iniciantes na leitura da obra de Bourdieu que buscam compreender os contornos gerais de seu pensamento quanto para pesquisadores experientes que poderão encontrar vários aprofundamentos e reflexões sobre esses conceitos que se tornaram fundamentais para as ciências sociais contemporâneas. (Trecho da obra)
  • 442719

    PRÉVENDA

    Estudos Das Masculinidades Na Educacao Fisica E No Esporte

    sinopse
    • Estudos das Masculinidades na Educação Física e no Esporte é um livro necessário no campo dos estudos das Masculinidades e também no campo da Educação Física, conferindo organicidade às reflexões sobre as relações de gênero no Esporte. A obra reúne estudiosos de diferentes inserções acadêmicas e campos disciplinares, envolvendo principalmente Educação Física, mas também a Antropologia. Diversos também são os objetos de análise e tipos de investigações trazidos nos capítulos, como ensaios, revisões de literatura, etnografias, questionários e entrevistas, nos quais os 14 autores se unem no esforço de sistematizar discussões e resultados de pesquisas sobre as masculinidades femininas, as transmasculinidades no esporte, as masculinidades negras e homossexuais na prática esportiva, a homofobia na disciplina escolar de educação física e a formação de professores.

Produtos encontrados: 722 Resultado da Pesquisa por: em 15 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar