Ícone Menu

De: R$ 59,90Por: R$ 44,92ou X de

Economia de R$ 14,98

Comprar
Comprar
Este não é um livro de respostas, é um diálogo repleto de perguntas e apontamentos. Quem espera deste livro um manual, irá seguramente se decepcionar. Há muita literatura disponível com este propósito. Este livro é um convite à observação, acima de tudo, à auto-observação. Somos condicionados a acreditar na ilusão de que precisamos mudar o mundo, e assim acreditamos que o problema e a solução estão do lado de fora. É uma conveniente visão de mundo. O convite deste livro é reconhecer que construímos o mundo a partir de como vemos ele e enquanto esta visão for dualista, estaremos presos em um ciclo infinito e pendular de falsas soluções.É notável como as pessoas têm capacidade de se transformar a partir do autoconhecimento e transitando pela humildade em ser diferente dos rótulos que a nossa trajetória naturalmente impõe. Por meio desse livro, Piccini desenha sua história pessoal e seus conhecimentos adquiridos, mas não nos traz receitas ou modelos prontos. Como um bom analista terapêutico ou consultor, ele nos mostra que mais importante do que as respostas são as perguntas bem formuladas, pois levam a um adequado diagnóstico, à solução estrutural da questão e, principalmente, ao conhecimento instalado no ?paciente?. Com a experiência de ter passado por inúmeros consultores organizacionais, creio que a marca principal que podem deixar não está em uma evolução conjuntural nos resultados, mas em um novo modelo mental introjetado na organização, que leva a um círculo virtuoso de mudanças, com diferenciais de difícil replicabilidade mas, além e principalmente, a um conjunto equilibrado de colaboradores que entregam resultados e são formuladores de novos redesenhos. Recebo, e às vezes leio, muitos livros de ?negócios?, e costumo dizer a autores e jovens leitores que ?se o diferencial estivesse na leitura desses livros, todos seríamos executivos commodities, pois bastaria ler e ter todas as respostas?. Foi exatamente sob essa perspectiva que o autor buscou reconstruir o raciocínio lógico tradicional para uma dimensão diferente de pensamento. Não podemos deixar de reintroduzir o Lobo no ecossistema, pois o equilíbrio é o que nos leva à plenitude à longevidade. ? Walter Schalka, Presidente da Suzano Papel e Celulose

Avaliações do Produto

Dúvidas dos Consumidores